La Ciencia Abierta: la contribución de la ciencia a la información

 

43737083760_bace9ff06e_b_d

Maria Manuel Borges (coord.), Elías Sanz Casado (coord.) “A Ciência Aberta o contributo da Ciência da Informação“. Atas do VIII Encontro Ibérico EDICIC.. Coimbra: EDICIC, 2017

Texto completo

Quando, em 2009, aceitámos o desafio de organizar, numa colaboração entre a Universidade de Coimbra e a Universidade Carlos III de Madrid, tal como acontece nesta edição, o IV Encontro Ibérico, esperávamos incluí-lo na agenda da discussão da ciência produzida em Portugal e Espanha, mas também no espaço geográfico coberto pelo EDICIC que inclui a América Latina e as Caraíbas. Volvidos oito anos, podemos afirmar que estes encontros ibéricos bienais, ora realizados em Portugal ora em Espanha, formam parte dessas agendas, permitindo ao EDICIC atingir o que se propõe enquanto associação: construir e sedimentar redes de colaboração científica entre os países incluídos nesta geografia e que usam o português e o castelhano para comunicar a ciência que produzem. A exigência de uma abertura da ciência à Sociedade tem estado no centro do debate na Europa. A ambição, enunciada pela Comissão Europeia, de tornar o espaço europeu mais inovador e competitivo, pode traduzir-se pela numa tripla vertente – Inovação Aberta, Ciência Aberta e Abertura para o Mundo (Open Innovation, Open Science & Open to the World1) – tal como enunciada pelo comissário Carlos Moedas, que converge para um alvo completo e complexo, o da Ciência Aberta. A Ciência da Informação é uma das áreas que tem desempenhado um papel preponderante na configuração e procura de soluções, de desenvolvimento de estudos e de reflexão aprofundadas sobre as consequências e limitações das alterações atuais, bem como sobre as alterações que requerem na formação dadas as novas exigências que se colocam aos profissionais deste campo. Neste sentido, o VIII Encontro Ibérico procurou constituir uma plataforma privilegiada para discutir amplamente cenários passados e futuros sobre formas e modelos de comunicação da ciência não apenas entre pares, mas incluindo a sociedade em geral. Os trabalhos propostos foram enquadrados num seguintes subtemas:

 Ciência Aberta  Avaliação da Ciência

 Formação em Ciência da Informação e Perspetivas Profissionais

 Perspetivas de investigação: tendências atuais e perspetivas futuras.

 Perspetivas epistemológicas